Portal Pinzón | O seu portal de Pernambuco

Pernambuco - Brasil

Quinta, 27 de Julho 2017.



JABOATÃO

30/05/2017 19:00:07

Aliciamento e assédio de dez menores sob investigação

Suspeito já havia sido preso pela Polícia Civil,mas foi liberado pelo Judiciário

(FOTO: REPRODUÇÃO/TV GLOBO)

Caso está sendo investigado pela delegada Vilaneida Aguiar

A Polícia Civil investiga um caso de assédio e aliciamento de pelo menos dez menores de idade no município de Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. O suspeito dos crimes, um homem de 22 anos, chegou a ser preso em flagrante por policiais civis do município na sexta-feira (26), mas, após ser encaminhado a uma audiência de custódia, ele foi liberado. Mesmo com a decisão judiciária, a delegada Vilaneida Aguiar prosseguiu com as investigações e, nesta terça (30), a titular do caso informou que já localizou outras vítimas e irá prosseguir com o caso para penalizar o homem.

"Já estamos intimando as pessoas que conversaram com o homem pela internet a prestarem depoimento. A abordagem dele sempre é feita através das redes sociais. Quando encontramos esse homem na sexta-feira [26], ele quis negar que o perfil falso que estávamos rastreando era dele, mas não teve como negar", explica Vilaneida. De acordo com a titular do caso, a polícia foi à casa dele e constatou que a foto havia sido tirada em seu quarto. "Diante disso, ele confessou que havia criado esse perfil para assediar menores de idade", completa a delegada.

Ainda de acordo com a titular das investigações, o flagrante foi feito porque a mãe de uma das vítimas procurou a polícia para informar que a filha estava sendo vítima de assédio. "A criança tem 11 anos e se comunicava com ele através de um aplicativo de mensagens. Ele pedia para a criança enviar fotos íntimas, fazia montagens de caráter libidinoso com fotos da garota e fazia ameaças caso ela contasse sobre ele a alguém", afirma.

A delegada explicou, ainda, que as ameaças intimidaram a criança, fazendo com que ela procurasse a mãe para explicar o que estava acontecendo. "Foi quando a mãe nos procurou e informou que ele havia enviado uma foto da genitália à criança", explica. De acordo com a titular das investigações, o encontro foi marcado numa praça no bairro de Sucupira, em Jaboatão dos Guararapes. "Acompanhamos a vítima e fizemos o flagrante", relembra Vilaneida.

Depois de seguir para uma audiência de custódia, o poder Judiciário permitiu que o réu respondesse em liberdade devido à ausência de antecedentes criminais, mas as investigações na Polícia Civil devem continuar. "Vamos instruir um procedimento e pretendemos que seja revertido esse entendimento do Judiciário", diz a delegada, diante das investigações que conduziram a pelo menos dez vítimas assediadas pelo homem.

Alerta

De acordo com Vilaneida, é importante que os pais de crianças e adolescentes estejam atentos para que os filhos não sejam vítimas desse tipo de crime. "É importante que os pais orientem os filhos para ter cuidado com pessoas desconhecidas em redes sociais.

Caso haja uma abordagem libidinosa, é importante interrompê-la o quanto antes. O importante é não dar margem para esse tipo de coisa acontecer", recomenda a delegada.

Fonte: G1





Comente esta notícia

Indique a um amigo

*Preenchimento obrigatório


© 2000 - 2013. pinzon.com.br | Todos os direitos reservados.

by nuvon | www.nuvon.com.br